O mote para 2018: confiar nas oportunidades e inovar

Liliana Caldeira *

Começamos o ano de 2018, com confiança, e o fazemos trazendo dados que seguem abaixo. Da economia, como um todo:
– Em 2017, tivemos uma inflação de menos de 3%. Para 2018, as previsões são de 4%.
– Em termos de crescimento econômico, o valor de 2017 será de, aproximadamente, 1%. Para 2018, quase 3%.
– A confiança de diversos setores – indústria e comércio, por exemplo – também cresceu nos últimos meses, estando nos maiores patamares dos últimos tempos.
– Em dados acumulados de 2017, quando comparado ao mesmo período do ano anterior, a produção e o licenciamento de veículos no País já crescem, respectivamente, a taxas de quase 30%. Em 2018, essa tendência deve continuar.
– O desemprego já mostra sinais de queda, embora ainda esteja em um patamar relativamente elevado.1
Do setor de seguros, especificamente:
– Segundo Francisco Galiza, sócio da empresa Rating de Seguros Consultoria: ”Em 2018, teremos de novo a queda do DPVAT, conforme ajuste negativo determinado pelo Governo Federal em dezembro último. Mesmo considerando esse fato, e caso se concretize essa variação do PIB estimada para 2018, alcançaremos um crescimento do mercado de seguros de dois dígitos. Isto é, quase voltaremos ao período pré-crise. Vamos ter motivos para comemorar.”2
Do segmento cooperativo:
– O Jornal do Comercio do UOL, de dezembro de 2017, anuncia em artigo de Roberta Mello que as cooperativas de crédito driblam desafios – “De modo geral, diz o presidente da Federação Nacional das Cooperativas de Crédito (FNCC), Wanderson de Oliveira, o cooperativismo de crédito avançou mais do que o sistema bancário tradicional…Em 2018, Oliveira espera que aspectos como a projeção de crescimento em torno de 2,5% do PIB, o melhor desenvolvimento da atividade industrial e a queda nos índices de desemprego estimulem o mercado de crédito.”3
Assim, devemos começar 2018 com confiança nas oportunidades deste novo ano. Estas oportunidades nos aparecerão sempre dinamizadas pela velocidade da web, muito especialmente no nosso setor de serviços, sendo necessário estarmos atentos e sermos rápidos e eficientes por conta da celeridade do mundo digital.
Citando Trebor Scholz, em seu livro Cooperativismo de Plataforma, “Com mais de 100 milhões de pessoas conectadas à Internet banda larga e mais de 200 milhões de aparelhos celulares, o Brasil é um dos celeiros da “economia do compartilhamento” no mundo ocidental… A economia do compartilhamento indica uma força global e massiva em favor de “construtores de pontes digitais” que se inserem entre as pessoas que oferecem serviços e as pessoas que estão procurando por tais serviços, imbricando assim processos extrativos em interações sociais.”4
Sejamos, pois, nós, empreendedores do seguro e do cooperativismo, estes construtores de pontes digitais em 2018.
Há muitas pontes a serem construídas, mas há que se ter espírito de inovação.
Encerramos com a frase título: O mote para 2018 – confiar nas oportunidades e inovar.

————————–

1 – http://www.ratingdeseguros.com.br/pdfs/Carta_de_Conjuntura_Dez_2017.pdf
2 – http://conexaoliberty.com.br/2018-um-ano-de-oportunidades-para-o-mercado-de-seguros/
3 – Jornal do Comércio (http://jcrs.uol.com.br/_conteudo/2017/12/especiais/perspectivas_2018/602362-cooperativas-de-credito-driblam-desafios.html)
4 – https://rosaluxspba.org/wp-content/uploads/2017/03/cooperativismo-de-plataforma_web_simples.pdf

* Liliana Caldeira
Advogada, graduada pela UFRJ, pós-graduada em Direito Empresarial pela FGV/RJ e mestre em Direito Econômico, pela UFRJ, com experiência de mais de trinta anos de advocacia corporativa. É professora de graduação e pós-graduação da Escola Superior Nacional de Seguros (ESNS), onde também é coordenadora do Curso de MBA Gestão Jurídica do Seguro e Resseguro. Professora do MBA Saúde Suplementar da Universidade Católica de Petrópolis e, também, de cursos de extensão em saúde suplementar e seguros. Consultora jurídica para seguradoras e operadoras de saúde suplementar. lilianacaldeira.lc@gmail.com

%d blogueiros gostam disto: