Mercado Cooperativo: Cooperativas têm importante vitória no Senado Federal

Após anos de idas e vindas, o PLC 157/2017 foi aprovado por unanimidade no Senado. A votação desta terça-feira, 12 de dezembro, permite que as cooperativas de crédito captem depósitos de prefeituras e de outros entes públicos municipais. A conquista é um marco histórico e, agora, segue para análise da Presidência da República, que tem 15 dias úteis para se manifestar por sua sanção, veto parcial ou total.Após anos de idas e vindas, o PLC 157/2017 foi aprovado por unanimidade no Senado. A votação desta terça-feira, 12 de dezembro, permite que as cooperativas de crédito captem depósitos de prefeituras e de outros entes públicos municipais. A conquista é um marco histórico e, agora, segue para análise da Presidência da República, que tem 15 dias úteis para se manifestar por sua sanção, veto parcial ou total.“

A OCB, com o apoio fundamental da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), conseguiu mostrar ao Congresso Nacional a relevância das cooperativas de crédito para economia dos municípios, sendo que, em mais de 500 deles, essa conquista representa a sobrevivência econômica da região”, comenta o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) Márcio Lopes de Freitas.

A partir de agora, as prefeituras poderão, por exemplo, realizar o pagamento dos servidores públicos municipais diretamente nas cooperativas. Até então, conforme o parágrafo 3º, do artigo 164, da Constituição Federal, esses recursos só poderiam ser depositados em bancos oficiais. Além disso, as cooperativas de crédito passam a poder realizar a gestão dos recursos do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop).

Novos investimentos em 2018

A Coop – Cooperativa de Consumo anunciou que pretende investir R$ 94 milhões em 2018. Desse montante, mais de R$ 90 milhões serão investidos na Região do Grande ABC, com a inauguração de uma nova loja ainda no primeiro semestre, nove drogarias de rua e um posto de combustível, além da modernização de suas lojas e da área de TI (Tecnologia da Informação).Segundo Marcio Valle, diretor-presidente da cooperativa, o interesse em abrir novas lojas no interior de São Paulo continua, mas no momento as novas oportunidades surgiram na região do Grande ABC, onde detém 25% de share e maior número de unidades.

Sicoob Fluminense inaugura agência

O Sicoob Fluminense inaugura hoje, às 16h, o seu mais novo – o 15º – ponto de atendimento. Nova Friburgo, na Região Serrana, receberá a cooperativa. A inauguração contará com a presença de representantes dos mais diferentes segmentos da sociedade, como a Associação Comercial de Nova Friburgo e de dirigentes do Sistema OCB/RJ e cooperativas da região.

Cooperativas paranaenses crescem

As cooperativas agropecuárias paranaenses devem fechar 2017 com faturamento de R$ 58,6 bilhões, ou 83% dos R$ 70,6 bilhões de todas as 220 organizações do tipo no Estado, conforme divulgado Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (Ocepar). No geral, a expectativa é de aumento de 1,9% em relação aos R$ 69,3 bilhões de 2016, com tendência de mesma variação para as cooperativas agrícolas. No entanto, o avanço das cooperativas fechará 2017 abaixo da média histórica de dois dígitos. “O índice de crescimento deve ser inferior à média dos últimos anos em razão da recessão econômica, que teve reflexos no consumo das famílias, e pela demora na comercialização dos grãos, em função da redução dos preços da produção. Apesar disso, os resultados líquidos devem ser superiores a R$ 2 bilhões, próximo da média verificada nos últimos cinco anos”, disse o presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, no Encontro Estadual de Cooperativistas Paranaenses.

*A Coluna Mercado Cooperativo é publicada todas as quintas-feiras no jornal Monitor Mercantil

%d blogueiros gostam disto: