Cooperativas entre os 100 mais influentes do agronegócio

O agronegócio brasileiro é muito mais do que proteína, açúcar ou linhas de crédito diversas. Este setor da economia nacional é, antes de mais nada, o resultado do trabalho incansável de homens e mulheres que fazem de tudo para desenvolver o setor produtivo do Brasil. E essas pessoas acabam de ser reconhecidas pela revista Dinheiro Rural, que listou as 100 personalidades mais influentes do agronegócio.

De acordo com a revista, que acaba de completar 14 anos, a lista apresenta o nome de lideranças conhecidas e reconhecidas nacionalmente pelo trabalho que realizam para fazer do campo uma oportunidade de negócio, renda e prosperidade.

O objetivo, segundo o periódico, é reverenciar os setores fundamentais do agronegócio que são produtores rurais e seus colaboradores, em áreas como pesquisa, inovação, governo, produção de insumos, instituições, cooperativas, bancos, consultorias, além das iniciativas sustentáveis que vêm transformando o Brasil na potência global para alimentar o mundo.

COOPERATIVISMO

O presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, e o embaixador especial da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação) para o cooperativismo mundial, Roberto Rodrigues, também coordenador do Centro de Agronegócio da FGV/EESP, fazem parte do seleto grupo.

Para a Dinheiro Rural, o trabalho de Márcio Freitas “salvou a lavoura das cooperativas agrícolas do país”, quando conseguiu coordenar os esforços de uma equipe técnica para assegurar normas de crédito mais justas para o setor nesta safra 2017/2018, mostrando ao Conselho Monetário Nacional a necessidade de ajustar o Plano Agrícola e Pecuário.

Sobre Roberto Rodrigues, a revista disse que ele é um dos principais nomes do cenário agropecuário do país e que possui um currículo com mais de meio século dedicado ao setor.

A publicação traz, ainda, duas categorias que reconhecem a importância do cooperativismo. São elas: Cooperativas e Finanças. Assim, a lista dos 100 mais influentes do agronegócio inclui as cooperativas Castrolanda, Central Aurora Alimentos, Coamo, Cocamar, Cooxupé, C.Vale, Frísia e os sistemas Sicredi e Sicoob. (Clique aqui para ver).

Fonte: OCB

%d blogueiros gostam disto: