Cooperativa investe em monitoramento

Baseado no manual de orientações técnicas para o produtor, a C. Vale implantou o Programa de Monitoramento Organizacional e Biosseguridade (Promob). Segundo a cooperativa, programa visa padronizar e monitorar o nível de risco sanitários das granjas avícolas, com o objetivo de garantir a qualidade dos produtos origem na cooperativa e valorizar o avicultor.

Marli Hetkowski , médica veterinária da C.Vale, explica que o programa consiste na aplicação de uma lista de medidas focadas no controle da biosseguridade. “O programa foi baseado no manual de orientações técnicas que deve ser observado pelo produtor para melhor condução do lote. Entre os itens estão controles dos pontos de risco e organização geral da propriedade”, diz.

O Promob assegura que o risco sanitário seja o mais baixo possível. “Este controle é padronizado para todas as granjas avícolas. Além de manter a propriedade organizada, a listagem será utilizada em auditorias internas e externas como forma de mensurar as conformidades e não-conformidades”, completou Mateus Mora, supervisor do Fomento Avícola da cooperativa. “Se a cada três lotes o produtor obteve uma nota baixa, nos reunimos com ele para elaborar um plano de ação para que, nos lotes seguintes, ele possa estar de acordo com os padrões”, finalizou Mora.

Fonte: Avicultura Industrial

%d blogueiros gostam disto: