Instituição promove ações de difusão do cooperativismo

Largo da Carioca, centro do Rio de Janeiro, 8 de maio, 10h30. A vendedora Andreia Ramos estava passando pela região quando se deparou com um espaço onde estava sendo oferecida uma consultoria financeira. Mesmo com o receio típico de quem nunca fez, Andreia entrou. No espaço, recebeu dicas e encaminhamentos de como ter uma vida financeira mais saudável e sem contratempos. Saiu do espaço com outra visão.

“Foi muito importante a consultoria, pois passei a ter um norte de como seguir. Se eu fosse em um banco com certeza me ofereceriam mais serviços e ficaria uma bola de neve sem fim. A consultoria foi diferente, pois me mostraram o que devo seguir”, disse.

Essa foi uma das ações do Instituto Sicoob, que em maio atendeu a centenas de pessoas na 4ª Semana Nacional de Educação Financeira. Criado em 2004, no Paraná, o Instituto trabalha em ações com o objetivo de difundir a cultura cooperativista e a formação novas lideranças, como orienta o sétimo princípio do cooperativismo.

Além de ações no Rio, o Instituto Sicoob desenvolve diversos projetos e ações pontuais no Paraná, Amapá e Pará. A metodologia utilizada é baseada no quinto princípio do cooperativismo: educação, formação e informação. A atuação rendeu, em 2011, o prêmio de Melhor Cooperativa em Responsabilidade Social no Prêmio Concred Verde, promovido pela Confederação Brasileira de Cooperativas de Crédito. No mesmo ano, o Instituto também recebeu o Selo ODM, conferido a instituições que auxiliam nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, e tem repetido o mérito em todos os anos até 2016.

Para o presidente do Sicoob Central Rio, Luiz Antônio Araújo, o Instituto Sicoob é uma iniciativa fundamental para o desenvolvimento do cooperativismo no Rio de Janeiro. “O Instituto consagra o modelo de gestão com a criação do valor compartilhado a partir do investimento social estratégico”, declarou.

CooperJovem
O investimento social estratégico do Instituto Sicoob já está sendo colocado em prática através de uma parceria com o Sistema OCB/Sescoop-RJ. É o CooperJovem, iniciativa que visa à disseminação da cultura da cooperação, baseada nos princípios e valores cooperativistas por meio de atividades educativas.

O presidente do Sistema OCB/Sescoop-RJ, Marcos Diaz, é um dos entusiastas da presença do Instituto Sicoob para ser o indutor do CooperJovem no estado.

“Precisamos sonhar coletivamente e na cidade de Mendes (interior do Rio) avançamos. Desenvolver os pequenos negócios com o apoio do cooperativismo de crédito é importante para o crescimento do município”, destacou Diaz, durante celebração, em fevereiro, de Termo de Cooperação Técnica entre o Sescoop-RJ, a Prefeitura de Mendes, o Sicoob Cremendes, o Sicoob Central Rio e o Instituto Sicoob.

“Nossas crianças precisam voltar a sonhar. Nosso desejo é que a qualidade do ensino melhore constantemente”, disse a secretária de Educação e Cultura de Mendes, Leandra Miranda de Castro.
Já estão em tratativas para aderirem ao CooperJovem as cidades de Macaé, Campos, Areal, Vassouras, Paraíba do Sul e Maricá.

Para o subsecretário de Gestão da Educação Básica de Maricá, Victor Baptista, o CooperJovem privilegia o lado humano. “A questão do ensino é voltada para a competição. O aluno tem que competir para ser aprovado no Enem, competir para ingressar em uma boa escola… Com isso, esquecemos do lado coletivo e solidário. Através do CooperJovem vamos ter um outro conceito de aprendizagem”, disse Victor.

Outros projetos
A entrada do Instituto Sicoob não se resume apenas ao CooperJovem. Ainda em 2016, foi desenvolvido um Concurso Cultural, que envolveu cerca de 1.800 crianças do terceiro ao quinto ano na produção de redação e desenhos, por meio do debate sobre cooperação realizado em sala de aula com os professores. A ação chegou a 18 escolas nos municípios do Rio de Janeiro, Angra dos Reis, Niterói, Campos dos Goytacazes, São João da Barra, Bom Jesus do Itabapoana, São Francisco do Itabapoana e Mendes (RJ) e de Vila Velha (ES).

Além disso, durante o 11º Congresso Brasileiro do Cooperativismo de Crédito (Concred), uma das iniciativas do Instituto foi destaque. O Expresso Instituto Sicoob, ônibus equipado com 20 notebooks, impressora, material multimídia e internet, ofereceu cursos para moradores da Rocinha, Cidade de Deus e Parque da Cidade. Os treinamentos tiveram quatro horas cada um, onde os participantes receberam certificado após a avaliação final.
O objetivo do Expresso foi oferecer cursos de qualidade que promovam mudança na vida das pessoas, o reflexo na comunidade e contribuir com o desenvolvimento local. Foram 35 pessoas capacitadas na ocasião.

A diretora operacional do Sicoob Central Rio, Nábia Jorge, acredita que o Instituto Sicoob trouxe a oportunidade para se trabalhar o interesse pela comunidade. “O Instituto abre caminhos para a expansão do Sicoob e do cooperativismo no estado do Rio de Janeiro”, afirmou.

No mês de aniversário o Instituto Sicoob lança o novo site, um concurso de slogan para os colaboradores e dirigentes das nove cooperativas filiadas à Central Rio e um edital público de apoio a organizações sociais para desenvolvimento de projetos de educação cooperativista, financeira e de sustentabilidade com apoio de R$ 10 mil para duas instituições no estado.

E é assim, com muito trabalho e ações diversificadas que o Instituto Sicoob vem trabalhando na difusão do cooperativismo e, consequentemente, no desenvolvimento das cidades do Rio de Janeiro.

%d blogueiros gostam disto: