Coopfuturo recebe máquina desfiadeira de garrafa PET

SONY DSC

A reciclagem é um termo que designa o reaproveitamento de materiais beneficiados como matéria-prima para tornar-se em uma nova peça. Muitos deles podem ser reutilizados e os exemplos mais comuns são o papel, o vidro, o metal e o plástico. A garrafa PET, por exemplo, pode ser transformado em varal de roupa, barbante, e até mesmo em cerdas de vassoura. Para que isso aconteça é necessária uma máquina desfiadeira. A Coopfuturo, localizada em Irajá, no Rio de Janeiro, recebeu essa máquina no dia 4 de julho, em cerimônia realizada na sede da cooperativa.

O aparelho, doado pela OCB/RJ, transforma garrafas PET em fios para utilização em produtos como varais e vassouras, entre outros, fator que pode contribuir para um negócio sustentável e ecologicamente correto. Criado pelo ex-catador Claudinei de Lima, o equipamento é capaz de produzir 10 a 20 mil varais/mês, sendo que cada garrafa gera 25 a 30 metros de fio de PET. O processo de transformação é simples: após a lavagem do produto e a tiragem do rótulo, corta-se o fundo e o corpo é inserido numa ferramenta que lembra um torno, cujo material cortante transforma a garrafa em fios.

A Coopfuturo possui 33 cooperados e recebe 3 mil toneladas de material por dia e, de acordo com a presidente da Coopfuturo, Evelin Marcele, a chegada do equipamento dará uma destinação ao material, podendo ser revendido. “Esse é mais um momento importante para a Coopfuturo, que desde sua constituição tem trabalhado pelo desenvolvimento de todos os cooperados. A chegada dessa máquina vai agregar valor ao produto e dará uma destinação ao material reciclável”, disse Evelin.

Pela OCB/RJ, representando o presidente Marcos Diaz, participaram da entrega do equipamento o vice-presidente Jorge Meneses e o diretor Vinícius Mesquita. Ambos estavam satisfeitos com a possibilidade de a doação possibilitar o desenvolvimento da Coopfuturo. “Essa será a primeira de muitas vitórias da cooperativa. Assim como nesse caso, a OCB/RJ está sempre à disposição das instituições cooperativistas, pois desejamos um segmento forte”, afirmou Meneses.

Já Vinícius, disse que a Coopfuturo é um exemplo de cooperativa que tem a essência do movimento. “Percebo só de entrar aqui o quanto todos estão unidos em prol do crescimento de todos. A chegada da desfiadeira de garrafa PET vai contribuir muito para o contínuo desenvolvimento da cooperativa”, finalizou.

%d blogueiros gostam disto: