Lançada 1ª Câmara de Mediação de cooperativas no país

Bases_450 x 450 px_ClaudioPor Cláudio Montenegro. Jornalista, editor chefe da Rio Cooperativo, diretor geral da Montenegro Grupo de Comunicaçãomontenegrocc@montenegrocc.com.br

O Rio de Janeiro sai na frente e se torna o primeiro estado a ter uma Câmara de Mediação do Cooperativis­mo. A Câmara de Mediação do Cooperativismo Flumi­nense (CMCF), apresentada na última terça-feira (15), é fruto da parceria entre o Sistema OCB/Sescoop-RJ e o Instituto Brasileiro de Estudos em Cooperativismo (Ibecoop). O lançamento contou com a participação de juristas e dirigentes cooperativistas.

O objetivo da CMCF será administrar e mediar con­flitos entre cooperados e cooperativas ou de coopera­tivas entre si no Estado do Rio de Janeiro, obedecida a legislação aplicável e o regulamento da Câmara, e, assim, evitar a judicialização das questões.

As cooperativas e/ou cooperados que tiverem inte­resse em participar devem enviar requerimento escrito para a OCB/RJ informando o nome das partes envol­vidas, seus dados para contato e indicando o assunto objeto da controvérsia. Todas as informações ficarão restritas às partes envolvidas.

Apresentada campanha “Brasil saudável e sustentável”

Ainda no dia 15, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome lançou, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), a campanha “Brasil saudável e sustentável”. A ação visa a combater a obesidade e a implantar a prática do consu­mo de alimentos saudáveis. O programa é uma iniciativa do Governo Federal, que pretende diminuir o consumo de produtos ultraprocessados, com alto teor de sal, açú­car, sódio e gorduras, feitos com conservantes ou coran­tes. A Agricultura Familiar é um dos focos da iniciativa.

Sistema OCB apresenta demanda aos três poderes

O cooperativismo brasileiro apresentou na quarta-fei­ra (16) a Agenda Institucional do Cooperativismo. Em sua 10ª edição, o documento apresenta as principais de­mandas do segmento relacionadas aos poderes Legislati­vo, Executivo e Judiciário. A meta é trabalhar em todas as frentes visando ao fomento do cooperativismo no país, que hoje reúne 12,7 milhões de associados e exerce um papel importante na economia brasileira e nos processos de inclusão social. A publicação foi apresentada aos par­lamentares, representantes do governo e do Poder Judi­ciário, além de integrantes de instituições parceiras, pelo presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas.

Cooperativismo pernambucano perde Paulo Crespo

Uma grande perda para o cooperativismo pernambu­cano. O ex-superintendente do Sistema OCB/PE, Enes Paulo Crespo, morreu na terça-feira (15). Um dos maio­res precursores do movimento sindical dos trabalhadores rurais, ele ajudou a construir os movimentos sociais em Pernambuco. Do ponto de vista econômico, Paulo Cres­po ajudou a construir o movimento cooperativo por meio das cooperativas agrícolas mistas do estado. Como for­ça desse movimento, foi constituída a então Ocepe, hoje OCB/PE, onde trabalhou por mais de 20 anos.

%d blogueiros gostam disto: