Cooperativismo pode se tornar conteúdo obrigatório nas escolas públicas

Escola RJUm documento está sendo elaborado pelo Ministério da Educação (MEC) para divulgar o cooperativismo nas escolas públicas do Brasil. Trata-se da Base Nacional Comum (BNC), que está disponível para consulta até 15 de março no site do MEC. A publicação trata dos conhecimentos essenciais que devem ser transmitidos aos estudantes brasileiros desde o ingresso, na creche, até o fim do ensino médio.

O documento será elaborado de forma participativa e a contribuição de cooperativas é fundamental para que a doutrina cooperativista seja incorporada às disciplinas que compõem a BNC. O sistema OCB conclama cooperativistas a contribuir com a revisão da Base Nacional Comum e criou um modelo disponível no link para servir de exemplo. Para participar, acesse o site do MEC e faça seu cadastro. Após receber a senha, é só inserir as propostas que deseja.

“A inclusão do cooperativismo no currículo educacional abre espaço para uma aprendizagem que pode prover a força motriz da transformação, tão necessária para o equilíbrio econômico e a equanimidade social que o nosso país tanto carece. Portanto, perante as evidências do poder transformador das cooperativas, propõe-se que as contribuições que tratam sobre este tema sejam avaliadas com uma atenção especial da equipe de especialistas”, explica o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas.

“Nossa intenção é que os temas cooperação, empreendedorismo coletivo e cooperativismo estejam incluídos nas mais diversas disciplinas, de forma transversal. Ou seja, a inclusão de uma disciplina específica do cooperativismo não é nosso objetivo, mas, sim, que o tema esteja inserido em todo o currículo da educação básica”, argumenta Márcio Freitas.

Segundo ele, essa é uma chance de transformação. “É o momento de nos unirmos, mais uma vez, a fim de vermos ocorrer a educação que tanto queremos para o Brasil, com o cooperativismo inserido nas grades e atividades curriculares. Juntos, vamos fazer a diferença, inserindo o cooperativismo desde cedo na formação dos futuros cidadãos brasileiros”, enfatiza a liderança cooperativista.

%d blogueiros gostam disto: