Lançado catálogo brasileiro de cooperativas exportadoras

Bases_450 x 450 px_ClaudioPor Cláudio Montenegro. Jornalista, editor chefe da Rio Cooperativo, diretor geral da Montenegro Grupo de Comunicaçãomontenegrocc@montenegrocc.com.br 

O Sistema OCB lançou nesta semana a edição 2015 do Catálogo Brasileiro de Cooperativas Exportadoras. O material visa a ampliar as operações de exportação entre cooperativas do Brasil e seus 143 países consumidores, e, ainda, dar visibilidade aos produtos made in Brazil. Além disso, oferece informações, como lista de produtos, cooperativas aptas à exportação e suas certificações internacionais e contato das áreas comerciais. De janeiro a setembro deste ano, de acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), as vendas das cooperativas para fora do país cresceram 1,35% na comparação com o mesmo período do ano anterior, totalizando um montante de US$ 4,13 bilhões.

Ao longo de 2014, o total exportado pelas cooperativas foi de US$ 5,28 bilhões. Ao comparar-se os valores das operações de exportação da última década, o resultado é ainda mais significativo: as exportações feitas por cooperativas cresceram em torno de 2,6 vezes entre janeiro de 2005 e setembro de 2015. Entre os produtos mais exportados, estão: açúcar e álcool, algodão, artesanato, bebidas, cacau, café, calçados, carnes, castanhas, especiarias, produtos têxteis, frutas, grãos, sementes e cereais, horticultura, leite e derivados, milho, produtos minerais, soja e derivados, além de trigo”.

Projeto de Lei propõe Dia Estadual do Cooperativismo para o RJ

O Rio de Janeiro será mais uma unidade federativa a ter o Dia Estadual do Cooperativismo. O Projeto de Lei (PL) nº 936/15, aprovado em primeira votação, é de autoria do deputado estadual André Ceciliano e visa ao reconhecimento da população carioca a este importante segmento econômico. A data escolhida – 20 de outubro – é uma referência ao dia de fundação do Sicoob Cremendes, a mais antiga Cooperativa de Crédito do Estado e uma das mais antigas do Brasil.

Sicredi está entre as melhores empresas se trabalhar

O Sicredi, pelo quinto ano consecutivo, está entre as “Melhores Empresas para Você Trabalhar”. O guia é elaborado pela revista Você S/A em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA). Em 2015, o Sicredi obteve 81,2 pontos no Índice de Felicidade no Trabalho (IFT), 1,7 ponto acima da nota final registrada no ano passado (79,5). O levantamento mostra crescimento também no percentual de colaboradores que identificam-se com a instituição, 91,2%, 1,2 ponto acima do ranking anterior. Além disso, 82,5% dos colaboradores estão satisfeitos e motivados, 81,9% acreditam ter desenvolvimento e 84% aprovam os seus líderes. nota do colaborador, que aponta o Índice de Qualidade no Ambiente do Trabalho (IQAT) foi 84.

Ramos do Cooperativismo

No Brasil, existem cooperativas em 13 setores da economia. Todos representados pela Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB), nacionalmente, e pelas Unidades Estaduais (Oces). Criadas, em 1993, a divisão facilita a organização vertical das cooperativas em confederações, federações e centrais.

Produção – Nessas cooperativas, os associados contribuem com o seu trabalho para a produção em comum de bens e produtos. A propriedade dos meios de produção é dos trabalhadores da cooperativa, e não há proprietários que não trabalhem nela.

%d blogueiros gostam disto: